Signo Capricórnio: nascidos em 25 de Dezembro

Os nascidos em 25 de dezembro gostam de experimentar em primeira mão o lado diferente da vida. Seu interesse é despertado por aquilo que nos libera de preocupações mundanas, muitas vezes, a busca por estados mais elevados ou exaltados. Podem alcançar tais estados por meio da arte, como a música e a dança, experiências religiosas ou talvez pela simples imaginação. No entanto, os menos evoluídos procuram fugir das demandas da vida ou dos problemas pessoais de várias formas (substâncias estimulantes ou viciantes, diversões sensacionalistas etc.).
Para muitas pessoas nascidas em 25 de dezembro, as experiências importantes têm mais a ver com realizações e ações concretas do que com pensamentos ou visões excêntricos. No entanto, tais realizações podem ainda ter um lado fantástico e as pessoas nascidas neste dia têm uma tendência a desenvolver suas capacidades e talentos até o ponto máximo. Na verdade, mesmo as menos excepcionais tendem a ter sucesso descomunal em suas carreiras, passatempos ou interesses. De uma maneira geral, dão maior ênfase à transcendência dos limites pessoais e sociais do que ao acúmulo de riqueza e poder.
Seja qual for o objetivo final, muitas pessoas nascidas no dia 25 de dezembro assumem riscos. Se negociantes, não são de guardar o dinheiro debaixo do colchão; se artistas ou artesãos, não se satisfazem com a qualidade de seus trabalhos; como membros da família, tendem a lutar pelo ideal coletivo que vai muito além dos confortos e preocupações cotidianos. No entanto, os nascidos neste dia devem tomar cuidado para não se excederem, uma vez que podem prejudicar o bem-estar de seus dependentes ou podem talvez, inconscientemente, ceder a impulsos autodestrutivos.
Devido à tendência das pessoas nascidas no dia 25 de dezembro a se concentrarem em alcançar, conseguir e transcender, podem, na verdade, estar perdendo o que acontece no presente, no momento imediato, ao seu redor. Portanto, é importante que aprendam a saborear o momento, a descontrair um pouco e, às vezes, até mesmo a desfrutar dos louros de suas realizações. A esse respeito, é uma sorte quando têm amigos e namorados que despertam seu lado mais brincalhão e permitem que levem a vida de maneira um pouco menos séria. Apreciar o estado das coisas, a vida como ela é, envolve necessariamente aceitar a imperfeição (tanto em si quanto nos outros). Na verdade, quando as pessoas nascidas no dia 25 de dezembro conseguem chegar a um acordo com o mundo ao seu redor, suas experiências culminantes têm mais sentido, e suas realizações são mais duradouras.

Continua lendo >>>