Home / Cromoterapia / Localizando o órgão afetado

Há dois tipos principais de tratamento: exposição e resguardo. Em qualquer dos casos o objetivo do tratamento é restaurar a vitalidade do veículo etérico através da projeção de raios coloridos que são absorvidos pelos centros de potência que interpenetram a coluna vertebral. A decisão acerca de a qual centro será dirigido o raio de luz depende da posição do órgão afetado.
Outro método que pode ser empregado por aqueles que têm pontas de dedos ou mãos sensitivas — se a visão psíquica não é desenvolvida — consiste em passar a mão direita sobre o corpo do paciente enquanto a vibração dos dedos, ou para algumas pessoas, o formigamento da palma e uma sensação de calor, indicam a posição da sede do problema.
Este processo é semelhante ao uso do pêndulo para o diagnóstico e tanto a mão quanto o pêndulo podem ser empregados para indicar a cor do raio a ser empregado. É claro que um grande mostruário de cores deve ser usado nestes casos.
O tratamento tanto pode ser difuso sobre o corpo quanto concentrado. A continuidade do tratamento é importante e muitos terapeutas parecem concordar com que o tratamento deve durar pelo menos de vinte e cinco a trinta minutos. O tratamento completo consiste na focalização de lâmpadas, ou em alguns casos no uso das mãos para dirigir a cor — através do poder do pensamento — sobre o corpo todo, mas especialmente sobre as costas. O paciente permanece deitado ou sentado numa posição relaxante com a porção superior do corpo descoberta. Este é um maravilhoso tónico para revitalizar e aumentar a resistência física do corpo.